Visualizações

domingo, 10 de setembro de 2017

Revista Repórter X – Periódico Mensal – Nº 65 - Agosto 2017 - Ano VI. Tiragem 5.000

Clique nas imagens e abram página a página o Nr. 65 da Revista Repórter X, “Administrativos S.A.” – Periódico Mensal – Nº 65 - Agosto 2017 - Ano VI. Tiragem 5.000




































domingo, 3 de setembro de 2017

Repórter Editora: Nós somos o futuro

Quelhas lançou a Repórter Editora em paralelo com a Revista Repórter X há 6 anos: Para experiência, Editou o 1° livro “Prostitutas, Amor, Sexo ou contacto físico” em 2013, mas só agora reuniu condições para prosseguir, depois da boa experiência no qual esgotou o livro. “Nascemos para um futuro promissor. Vamos ajudar pequenos autores.”
http://reportereditora.blogspot.ch/

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

domingo, 20 de agosto de 2017

Bibliografia: Quelhas


Bibliografia: Quelhas

Director Revista Repórter X, administrador, editor, paginador/gráfico.

“Inspiração do Compositor” - POESIA
“O livro da criança” - INFNTIL
“Terras das Marias da Fonte ou fontanário, história com histórias” - HISTÓRIA DE PORTUGAL
“Ideia de ser Poeta inspirador de sonhos” - POESIA
“Prostitutas, Amor, Sexo ou contacto físico” - PROSTITUICÃO

Escreveu Análise & Crítica no livro do Cientista, Professor, Escritor Dr. António Veloso a residir no Brasil “Memórias da Infância – Sobradelo da Goma”, terra Natal dos dois autores. Escreveu ainda inúmeras biografias a artistas e grupos culturais. Entrevistou gente do povo, da política, da religião, do futebol até aos artistas.

Faz parte de três coletâneas poéticas com outros escritores, em Portugal “confrades da Poesia”, no Brasil “Efigénia Coutinho”, na Venezuela “Euclides Cavaco”…

Devido à projecção do autor, “O livro da criança” está na E-book e corre o Mundo nas seguintes EDITORAS: À venda na EMOOBY STORE; AMAZON; APPLE; GATO SABIDO. Seguir-se-ão os outros livros já com autorização de publicação…

Foi entrevistado inúmeras vezes nas rádios Online e FM. Passou pelas televisões nacionais, TVI, SIC, RTP1. Condecorou artistas de vários níveis em directo nas televisões, SIC e RTP1 e no Chiado Literário e também nas festas de aniversário da Revista Repórter X. Fez rádio e televisão online.

Quelhas lançou a Repórter Editora em paralelo com a Revista Repórter X há 6 anos: Para experiência, Editou o 1° livro “Prostitutas, Amor, Sexo ou contacto físico” em 2013, mas só agora reuniu condições para prosseguir, depois da boa experiência no qual esgotou o livro. “Nascemos para um futuro promissor. Vamos ajudar pequenos autores.”


Vai editar brevemente:
“Zürich, cidade fantasma da evolução e da parvalheira… A visão de um recém-chegado à vida e à terra Helvética por Exa.” (Sai mensalmente na revista repórter X)
“Autobiografia do Quelhas… Sons que causam silêncio na história” a vida do Quelhas detalhada.
“Sargento Quelhas em La Lys. Guerra Mundial 1914-18” avô do autor Quelhas.

Cumprimentos poéticos
Autor: Quelhas

sábado, 5 de agosto de 2017

Quelhas foi à RTP, programa 'A Praça' condecorou o Duo Bi-campeão de Salsa na Suíça em directo

A Praça de 31 Jul 2017 - RTP Play - RTP
Quelhas foi à RTP, programa 'A Praça'  condecorou o Duo Bi-campeão de Salsa na Suíça em directo, Tiago Peixoto e Valéria Pantalena e ainda os apresentadores Sónia Araújo e Jorge Gabriel. Feito único em televisão!

(convidados pelo director da revista repórter X)

Sejam bem-vindos à revista das oportunidades. Nós mudamos o conceito de fazer jornalismo... A melhor publicidade é a nossa. Pague uma publicidade em papel e receba várias publicidades grátis online. Assine a nossa revista repórter X e divulgue o que é genuinamente português. Dê valor em vez de criticar!

Abra ou copie o Link
https://www.rtp.pt/play/p3026/e300697/a-praca/592044

Quelhas, director da revista repórter X na SIC, programa 'Alô Portugal' condecora o artista Alexandre Faria

Alexandre Faria / Repórter X - SIC Alô Portugal – 26 de Julho 2017
ARepórter X Condecora o artista Alexandre Faria e o apresentador José e Figueiras. Feito único em televisão.

Alô Portugal – 26 de Julho

Neste programa tivemos a companhia de João Gonçalves Quelhas – Diretor da Revista Repórter X, Valéria Leyda Pantalena – Bailarina, Tiago Peixoto – Bailarino, e na música Alexandre Faria.

(convidados pelo director da revista repórter X)

Sejam bem-vindos à revista das oportunidades. Nós mudamos o conceito de fazer jornalismo... A melhor publicidade é a nossa. Pague uma publicidade em papel e receba várias publicidades grátis online. Assine a nossa revista repórter X e divulgue o que é genuinamente português. Dê valor em vez de criticar!

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Chiado Clube Literário & Bar - café literário

Chiado Clube Literário & Bar

Dia 26 na SIC internacional em Lisboa - Quelhas Director da Revista Repórter X, Condecorou o artista português Alexandre Faria e ainda levou o Duo Bicampeão de Salsa na Suíça, Tiago Peixoto e Valéria Pantalena.

Dia 31 na RTP1 internacional no Porto - Quelhas Director da Revista Repórter X, Condecorou o Duo Bicampeão de Salsa na Suíça, Tiago Peixoto e Valéria Pantalena.


Dia 27 de Julho - Quelhas Director da Revista Repórter X, Condecorou vários artistas (ver foto) no Chiado Clube Literário em Lisboa.




Breve Rascunho de: A viagem cultural 2016

Lisboa, vale do Tejo, margem Sul e arredores

Começamos na Avenida da Liberdade, cheia de árvores verdejantes, bancos de jardim, mas fiquei desiludido com os jardins ali mal cuidados e secos, também abafados pelas grandes árvores, alguns estacionamentos livres e pouca restauração. Descíamos a Avenida da Liberdade em direcção ao Rossio e fotografamos um quiosque no meio do jardim, coisa rara na maior parte das cidades e entramos no Tivoli Fórum, ali tinha patente uma exposição de Aves Exóticas, no qual me interessou uma reportagem. Pedi e foi-me dito que tinha de o fazer por escrito, insisti que estava de passagem e apresentei-me como Director da Revista Repórter X, foi feito um telefonema ao Director Executivo no qual deu uma nega e desiludido prossegui a minha viagem. Entrei na galeria comercial do Tivoli Fórum e visitei a livraria Chiado Clube Literário e tirei uma foto com Fernando Pessoa.


Brevemente a história na Revista Repórter X da Viagem Cultural entre Algarve e Minho e a passagem nas televisões portuguesas...


Fernando Portuga foi convidado para a Caliente em Zurique

Fernando Portuga foi convidado para a Caliente

Caliente, a festa Latina em Zurique, onde encontrei o português, Fernando Portuga, italianos, suíços, brasileiros, mas principalmente gentes do sul da América. Pequenas entrevistas aconteceram debaixo de chuva torrencial, ao baixar do pano mais Caliente na Suíça.

Havia muitos comes e bebes, cada país representava as suas tradições, a música e a gastronomia, as bandeiras nacionais. Contudo o Fernando Portuga e família, quase perdidos entre Latino-americanos, lá estavam a vender as suas bifanas e o vinho verde da região do Minho. Para quem comeu petiscos na Casa Portuga, gostou muito e incentivou os amigos que em correria visitaram o local. Valeu a publicidade que curiosamente os portugueses acharam graça ao Placar que dizia: Bifanas mit Brot, em vez de, Schweinefilets mit Brot no qual tiraram fotografias e colocaram no facebook, no contexto riram da “piada” único e simplesmente por estar escrito em português e alemão. A bandeira nacional portuguesa exibida não deixou passar ninguém despercebido. Parabéns Fernando Oliveira.
Enquanto a Casa Brasileira, representada pela Marta Pereira, vendia o seu feijão negro ou seja a saborosa Picanha com Cerveja, Sangria ou Caipirinha, usual lá para aqueles lados tropicais do Brasil “caliente”, onde as bandeiras e a música chamavam clientes para saborearem o prato mais conhecido do Brasil em terras helvéticas para além do Samba.
Soubemos que as barracas mais pequenas rondavam entre os 5000.00 e 8000.00 francos, caso da Casa Portuga e da Feijoada Brasileira. O tempo esteve com horas muito chuvosas durante os três longos dias na Caliente, digo mesmo com espaços de sol e bom tempo, mas também com grandes descargas de água, consideradas tempestades, que num ápice chovia como cântaros, como podem verificar no vídeo do repórter X no encerramento destas festas. No rescaldo destas grandes festas em torno da Helvetia Platz, teve milhares e milhares de pessoas, muitas barracas ou tendas se quisermos, com gente de todo o lado a representar o seu país, Portugal, Brasil, Itália, entre outros, e em grande parte os sul-americanos, como Cuba, Republica Dominicana, México, etc.. No final de contas, os negócios ficaram aquém das expectativas, culpa do mau tempo que se fez sentir em certas ocasiões, que atirou a maior parte dos visitantes para dentro dos comércios por ali existentes e muitas e muitas pessoas que regressaram a casa e não voltaram. Os comerciantes louvaram a organização do Evento, acrescentando que o valor era exorbitante, mas que ficaram com segurança tanto de dia como principalmente de noite enquanto descansavam, e que ficava muito caro para no final da festa Caliente limpar todo o lixo, portanto que fica dispendioso para a manutenção e pessoal envolvido, havendo outras despesas adicionais como luz e água, entre outros. No entanto, e neste compasso de incerteza, dizem não saber se realmente tiveram lucro e que muitos se sujeitavam mesmo ao prejuízo, caso não tirassem para o aluguer e para pagar ao pessoal que ajudou. Na verdade, houve multidões, mas como se costuma dizer, nem tudo que reluz é ouro e a chuvinha veio visitar com muita frequência a Caliente, talvez para a refrescar ou acalmar as ideias e o álcool consumido em exagero  muitos visitantes, pois, assistimos exactamente nesta ponta final, quando muitos andavam debaixo da chuva que mais pareciam canais pluviais, onde outros até dançavam, nem o homem dos guarda-chuvas brasileiro se safou a vender, porque o álcool abrigava a chuva dos neurónios de quem já pouco ou nada sabia o que fazia.

Artigo: Quelhas
Revisão: Patrícia Antunes

sábado, 24 de junho de 2017

Agenda: passeio cultural entre Algarve e Minho

Agenda: passeio cultural entre Algarve e Minho

Dia 26 de Julho, José Figueiras irá receber escritor das Comunidades e Director da revista repórter X no canal de televisão privada, SIC, em Lisboa no programa Alô Portugal.

Agendou ainda para dia 27 de Julho 2017 pela 14 horas na Livraria Chiado literário um encontro, designado café literário com apoio de Manuel Jorge.


Dia 31 Julho 2017, novamente na televisão pública, RTP1, no Porto, programa A Praça, com Jorge Gabriel e Sónia Araújo.

Nota: Daremos
detalhes mais tarde, principalmente quem vai acompanhar.
Autor: João Gonçalves Quelhas

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)