Visualizações

sábado, 1 de maio de 2010

Convidado de Honra: Poetiza Daniela Costa

Daniela Cristina da Cunha Neto Costa, de nacionalidade Portuguesa, nasceu no mês de Junho de 1982 na linda cidade de Santo Tirso, distrito do Porto. Actualmente reside na Suíça há 11 anos, precisamente em Dübendorf - Zürich. Adora o país de acolhimento, mas nunca esquece o país onde nasceu. A Daniela, usa como pseudónimo, o primeiro e último nome, artisticamente, como autora e poetiza. Aos 27 anos de idade, a poetiza lança o primeiro livro “Momentos de Inspiração”, com 80 pág. no contexto de poesia livre, afirma. Daniela Costa, adora ler e venera a sua escrita, como deu a entender hoje, na entrevista “Portugal na Suíça” A Poetiza Daniela Costa, tem uma personalidade forte, mulher simples, um pouco tímida, mas humilde acima de tudo. - Sou a pessoa que sou, ao longo de todo o caminho, com humildade, com orgulho de ser humilde! Não me deslumbro e não me deixar corromper com a efémera da fama, ou de algo que se pareça, porque não sou assim, sou simples. Daniela é Casada e Mãe de 2 meninas… A poetiza tem a sua escrita, como base de inspiração na sua própria vida… A Daniela Costa tem uma poesia muito real, própria e característica de uma autora romântica e uma pequena percentagem crítica… Desde que a Daniela Costa se lembre, ainda dos tempos de escola, apenas e após os oito anos de idade, escrever era a sua paixão, onde tinha colegas que lhe diziam; segue em frente, tu queres, tu consegues. Devido a ser esquerdina, acrescenta; com muito orgulho, que, tinha a letra mais gira da turma e isso também ajudou! Inicialmente, a Daniela Costa, na sua escola primária, só escrevia quadras com rimas, e como qualquer autor, escreve por gosto e não para editar, até porque ainda muito novos, nem tal pensam! De facto a Daniela contou, que tinha muitos trabalhos guardados em sua casa, e ficou sem eles todos, triste; confessou-me que estava com mágoa, pois, tivera perdido parte da sua vida e como cada poema é diferente de cada poema, jamais, conseguirá voltar a escreve-los, por mais que medite e pense, não é nem será possível. Seus trabalhos de infância, foram destruídos por alguém, quando a sua casa foi renovada, que, certamente não sabiam o valor moral daquelas quadras que, retratavam a infância da Daniela, e nada pude fazer. Para a Daniela Costa, escrever, não era só uma necessidade, mas também um refugio, um outro patamar de liberdade de expressão em que a autora/poetiza possa expressar o que sente, o que observe, o que ouve, enfim... - Escrever é tudo! Escrever simples, com humildade, com característica, com alma, paixão e entrega. Escrever Poesia! Neste momento, a Daniela Costa tem 290 poemas, onde todos os dias se deixa fluir pelo pensamento, se deixo levar pelas palavras e onde por fim relaxa e deixa a sua mão leve e solta fazer renascer mais um de tantos poemas... A Daniela Cristina da Cunha Neto Costa, tinha um sonho, publicar um livro, apenas um livro para consumo pessoal e realizou-se! “Momentos de Inspiração…” Agora a perder a timidez, desabafou que, ia seguir em frente, e com os muitos poemas em carteira, vai “Dar-lhes Vida…” intitula. A Poetiza Daniela Costa, demonstrou que gostaria de escrever poesia em jornais e acrescenta que, se tiver aceitação porque não! Nasce uma nova poetiza com a necessidade de dizer o que sente e, sobretudo de o fazer e passar para papel os sentimentos ocultos! Acrescenta: - Porque ao dar a ler meus poemas, sei que eles não morrem! Esta frase para mim é muito importante e de muito significado…
Convidado de Honra pelo autor povoense Quelhas "Poetiza Daniela Costa"
autor: Quelhas

Sem comentários:

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)