Visualizações

domingo, 6 de setembro de 2009

Bué de Polícias, Coisas do "Caralho"

Ninguém diga que está bem!?
Um "Gajo" põe-se a pé pelas 5 horas da matina, preparando-se para ir para o trabalho. Começa a trabalhar na normalidade como sempre e, quando tudo está a correr bem no trabalho e com o trabalho, está rodeado de Polícias e PJ,s! Ninguém diga que está bem, podes até estar de férias, a casar ou até a "foder", não importa o lugar ou a hora onde se encontra!? Conclusão: Já muito perto do almoço, no local ou espaço enorme do "EuroSpar", na Suíça-Zurique, o maior hipermercado da Europa do género; Mais propriamente na zona abrangente, a moradias, acesso ao "Serviço de estrangeiros/polícia", escola de formação, Sri Lanka/viagens, e dentista. Quando "EU e Armando" estávamos precisamente no hall de entrada do "Sri Lanka", precisamente ao meu do procedimento de limpeza habitual às sextas-feiras, ou seja uma vez por semana! Fomos chamados à atenção por uma doutora dos serviços de dentista, "penso Eu", para o seguinte: Para fazermos o favor de parar a máquina que estava a proceder à dita limpeza, pelo facto do barulho, pois encontravam-se no piso acima, um serviço de Urgências! Bem; A tal senhora falou-nos atrapalhada e ligeira em alemão, no qual "Eu" pouco entendi, "o suficiente", mandei rapidamente parar a “máquina em manutenção”, meu colega entendeu outra versão: "Abfall em vez de Notfall" ou seja; "Lixo em vez de Urgência" - (Diz Armando: Já não é a primeira vez que, quem costuma limpar o caixote do lixo, esquece-se e a senhora vem nos pedir, “a nós”, para o fazermos, embora não nos pertença, mas, fazemo-lo por simpatia!) Fiquei na minha! O Armando continuou a marcha com a máquina, pelo facto de não ter entendido a senhora e ignorando o colega, enquanto “Eu” fui proceder à limpeza do segundo grande corredor, lado direito, já que, lado esquerdo estava feito! Armando depressa se apercebeu que, algo estava mal, viu o movimento estranho e aí, então procedeu à paragem da máquina, mudando-a para o outro corredor onde “Eu” estava... Ao terminar de passar a máquina de limpeza, o Armando ficou a limpar com um pano a água que deixara no tal hall de entrada, quando procedeu à tal paragem. Pois “Eu” vinha-me embora para o (Büro), dirigi-me para o elevador para descer do 3 piso para o menos -2, ao abrir o elevador deparei com ensanguentado de pingas, até grandes poças de sangue… Não reflecti! E a pensar que estava a proceder bem, limpei com um “mopo” aquele sangue todo. O colega exclamou: - Ainda aí estás? Que estás a fazer? - Estou a limpar o elevador que tem sangue! - Logo vi! Havia qualquer coisa que não estava bem! Vai lá acima pelas escadas ver se também tem sangue, mas, não leves o “mopo”, depois se for preciso vens buscá-lo. Então subi, mas, só subi até ao meio das escadas, ¾ piso, deparei “aparentemente” com um homem no chão a ser socorrido pelo Inem e alguma polícia, pensando logo no meu Pai que tinha morrido recentemente e socorrido da mesma forma! Esteve ali alguns segundos, “um ou dois minutos”, desci ao -2 e foi então ao meu destino. Quando o colega veio, disse-me que deixou lá a máquina, no local que andemos juntos a limpar, pelo facto de a polícia interromper o elevador. Na parte de tarde, depois do almoço e já a fazer outro trabalho dentro do “Spar”, meu colega veio me chamar para “Eu” ir com ele e, ligeiro pediu a outro colega que viesse também para traduzir caso fosse preciso! Subimos então ao edifício, logo à entrada, montes de pessoas começaram-me a interrogar: Perguntei se eram polícias ou jornalistas! Pois tinham caderno de apontamento e máquina fotográfica! - Você o que viu, onde limpou o sangue, porque o limpou, o que estava ali a fazer aquela hora!? - Respondi: A trabalhar naturalmente, porque às sextas-feiras tínhamos aquele afazer, limpei o sangue somente no chão do elevador, limpei porque tínhamos que descer e era a nossa obrigação manter o espaço limpo, quando subi as escadas, 4 piso, vi, vi a real história, pois ainda não estávamos cientes daquilo que se estava a passar, vi uma pessoa a ser socorrida à porta do dentista!
Naquele instante chegou o senhor "Auswarte" e confirmou que éramos funcionários da empresa "GammaRenax" e trabalhava-nos ali no "EuroSpar" e naquela grande área ou zona abrangente. Identificaram-no. Pois bem meus amigos, pediram-nos a identificação, mas não tínhamos, demos o nome e número de telefone e deliberara-nos. Voltamos ao trabalho, mais tarde um pouco, voltaram a interromper o meu trabalho, a máquina continuava presa, desta vez só a mim incomodaram, sim incomodaram, não tinha nada a ver com aquela situação… Voltaram a fazer-me perguntas idênticas, pediram-me novamente a identificação, disse-lhes que a tinha no “büro”, acompanharam-me até lá, e de seguida, levaram-me ao local antes ensanguentado e ao local do “moribundo”, fotografaram, coisa que não gostei! Pelo caminho perguntei se tinham suspeitas de assassinato ou morte natural!? Disseram-me que não, que o senhor tinha problemas, aqui sim, fiquei a saber que afinal se tratava de um homem! Disse: Então se não é assassinato, porque é que há aqui tanta polícia!? Responderam que era normal na Suíça, era apenas burocracia… Apelaram para “Eu” aguardar ali, não sabiam quanto tempo, e dois polícias comigo à entrada, enquanto a PJ estava no local do sucedido. Tranquilo, aguardei, telefonei ao colega para ele saber onde estava, ele não sabia que tinha sido chamado pela segunda vez! Deliberaram-me pouco tempo depois… Pensei cá para os meus botões, através dos meus documentos, talvez, estivessem a ver o meu registo criminal, não sei, apenas penso, e também penso que, para além da nega da polícia dizer, que o cadáver não foi crime, “Eu” julgo que a polícia tem indícios de crime! Não teria a polícia montado um tal aparato de segurança no local com os serviços médicos, GNR e PJ e talvez o Delegado de saúde! Espero não ser mais incomodado, mas, pela certa esta coisa para mim mal começou, são “coisas do caralho”
"Quelhas"
Enviar um comentário

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)