Visualizações

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

A Força do Povo

Tá na hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor: a Sopinha de Versos é uma revolução dos versos em si porque ela rompeu com o jogo da Democracia Representativa, que é o jogo mercadológico da Sociedade capitalista de consumo.

Ela rompe isso porque se exime da remuneração final - são doadas aos passantes...

Já me perguntaram: O que você ganha com isso?

Resposta: Dinheiro algum, mas muita satisfação...

Teve gente que começou a rir!

Atualmente fiz Sopinhas de Versos com poesias de dois poetas portugueses, que conheci - ou entrei em contato - pelo facebbok, que são o Jose Sepulveda e a Lunamar Mar, do grupo
#SOLARDOS POETAS.

Do Sepulveda fiz Sopinhas de Versos e comecei a distribuir pelas ruas do Rio de Janeiro a poesia intitulada "Vida" e a da Lunamar se chama "Amantes"... As duas foram divididas em dois trechos de poesia, e já foram distribuídas!

A primeira distribuição foi realizada naquela reunião dos moradores do bairro carioca de Olaria e Penha, que formou o grupo que impediu que o prefeito Edurdo Paes construísse mais uma UPA em uma praça, nos limites dos dois bairros. Essa reunião foi realizada no dia seguinte ao Ricardo Boechat denunciar as intenções de se fazer mais uma obra neste local, o que iria transformar o trânsito em um completo caus todas as manhãs, tipo o que ocorreu ontem, quando o carro incendiou na Linha Amarela e parou literalmente todo o trânsito do Rio de Janeiro.

Somos todos austronautas e ganhamos mobilidade... E como diria a música:

"Sempre estátua, viver e volta, o povo tem a força..."
(Astronauta de Mármore)

Dennys Andrade -
http://www.sopinhadeversos.blogspot.com/

Sem comentários:

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)