Visualizações

domingo, 11 de dezembro de 2011

Todos os dias me deparo com problemas na passagem nas passadeiras na estrada em Zürich


Bom dia,
Sou jornalista Português nos Jornais Fri-Luso e Gazeta Lusófona na Suíça, autor de livros e repórter entrevistador na Cultura de Língua de Expressão Portuguesa.

Venho alertar para o seguinte:
Todos os dias me deparo com problemas na passagem nas passadeiras na estrada em Zürich.
Hoje mesmo, (11/12/2011) pelas 01h00 da madrugada, saí da KV School e dirigi-me para a passadeira do outro lado.
Passou um, dois, três, quatro automóveis e nenhum parou para me cederem passagem!
Às tantas fiz gesto com a mão para a passadeira ao condutor seguinte, no qual travou bem rápido e o automóvel de trás (Táxi) bateu na traseira, (mesmo em frente à Caravana das Prostitutas que incomodam quem passa ali a pé naquele local, buzinando!) pois eu mostrei o meu descontentamento, fazendo o gesto à motorista novamente com a mão em frente dos olhos, de que dormiam do sono e em voz bem alta disse ao taxista que andavam a dormir, encostaram os automóveis e prossegui para o outro lado, mas tristemente em direcção a Escher-Wyss-Platz e ao tentar atravessar do meio da estrada para o outro lado, ninguém me deixou passar, esperei até que não viessem mais automóveis!
Enfim…

Outro assunto:
Todos os dias passo em HönggerStrasse pelas 06h00 da manhã, acontece sempre a mesma coisa, ninguém pára na passadeira!
É uma triste realidade na cidade de Zürich, tem muitas passadeiras e não tem sinalizações de passadeira ou então estão mal sinalizadas!?
No caso da primeira passadeira de HönggerStrasse, quem vai de WipkingenPlatz em direcção a Zürich, esta encontra-se mal marcada no chão, com falta de tinta, tem apenas um sinal de passadeira, lá bem no alto e quase invisível.
A Polícia local ou o Presidente da Região de Zürich , assim como o Estatuto das Estradas Municipais da Câmara local, têm de fazer alguma coisa pelos cidadãos que correm perigos todos os dias!?

Nota:
Envio fotos para publicarem no jornal juntamente com o texto, porque acho necessário fazermos pressão às entidades competentes no Kanton de Zürich através da Comunicação Social, jornais, 20 Minuten, Tag Blatte, Blick, Gazeta Lusófona e Fri-Luso.
 
Autor: “Quelhas”, João Carlos Veloso Gonçalves
Breitensteinstrasse 29, Zürich
11/12/2011

Sem comentários:

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)