Visualizações

terça-feira, 9 de junho de 2009

Cavaco Silva está preocupado com o aumento do financiamento em dinheiro vivo e com a possibilidade dos partidos terem lucro nas campanhas

financiamento partidário PS e PSD prometem analisar lei antes das legislativas PS e PSD querem voltar a analisar a lei do financiamento partidário ainda antes das legislativas, depois do veto do presidente da República. Cavaco Silva está preocupado com o aumento do financiamento em dinheiro vivo e com a possibilidade dos partidos terem lucro nas campanhas। Enviar por email Link Ricardo Rodrigues (PS) diz que a lei do financiamento partidário deverá ser alterada nesta legislatura Guilherme Silva (PSD) concorda e garante que os social-democratas vão dar atenção aos argumentos do presidente da República O Presidente da República vetou, esta terça-feira, a nova lei do financiamento dos partidos, apontando «várias objecções de fundo» ao diploma, como o «aumento substancial do financiamento pecuniário não titulado» ou a possibilidade dos partidos obterem lucros nas campanhas. O PS quer rever esta lei ainda nesta legislatura. O socialista Ricardo Rodrigues afirma que vai lançar o repto aos outros partidos à luz das «objecções de fundo» feitas por Cavaco Silva, mas lembra que este diploma já tinha vantagens em relação à lei anterior. Pelo PSD, também Guilherme Silva, promete acção nesta sessão legislativa e diz que o PSD vai dar atenção aos argumentos de Cavaco Silva. Guilherme Silva considera também que da parte do PS «haverá abertura» para modificar as questões que preocupam o chefe de Estado. Cavaco Silva financiamento partidário Política Portugal PS PSD Relacionado> PR veta nova lei do financiamento dos partidos
Enviar um comentário

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)