Visualizações

terça-feira, 9 de junho de 2009

Cavaco Silva está preocupado com o aumento do financiamento em dinheiro vivo e com a possibilidade dos partidos terem lucro nas campanhas

financiamento partidário PS e PSD prometem analisar lei antes das legislativas PS e PSD querem voltar a analisar a lei do financiamento partidário ainda antes das legislativas, depois do veto do presidente da República. Cavaco Silva está preocupado com o aumento do financiamento em dinheiro vivo e com a possibilidade dos partidos terem lucro nas campanhas। Enviar por email Link Ricardo Rodrigues (PS) diz que a lei do financiamento partidário deverá ser alterada nesta legislatura Guilherme Silva (PSD) concorda e garante que os social-democratas vão dar atenção aos argumentos do presidente da República O Presidente da República vetou, esta terça-feira, a nova lei do financiamento dos partidos, apontando «várias objecções de fundo» ao diploma, como o «aumento substancial do financiamento pecuniário não titulado» ou a possibilidade dos partidos obterem lucros nas campanhas. O PS quer rever esta lei ainda nesta legislatura. O socialista Ricardo Rodrigues afirma que vai lançar o repto aos outros partidos à luz das «objecções de fundo» feitas por Cavaco Silva, mas lembra que este diploma já tinha vantagens em relação à lei anterior. Pelo PSD, também Guilherme Silva, promete acção nesta sessão legislativa e diz que o PSD vai dar atenção aos argumentos de Cavaco Silva. Guilherme Silva considera também que da parte do PS «haverá abertura» para modificar as questões que preocupam o chefe de Estado. Cavaco Silva financiamento partidário Política Portugal PS PSD Relacionado> PR veta nova lei do financiamento dos partidos

Sem comentários:

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)