Visualizações

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Os Homens e as Máquinas pelo Autodidacta, Escultor e Artísta Plástico Jorge Campos


Os Homens e as Maquinas: A Técnica e a Cultura são duas dimenções indestruiveis perante toda a sociedade Humana.
Graças hà primeira fabricação de um instrumento, assim desta maneira, o Homem ganha a passos largos e terreno sobre a Natureza, como dizer não há passado sem história, como também não haverá futuro sem um presente.

As formas da arte, uma vez criadas e postas há prova, normalmente teem uma reacção extraordinária e conservadora, e que resistem as mudanças. Algumas das formas utilizadas actualmente, levam ainda bolhas dos antigos vínculos colectivos. Mas também muitas vezes, uma obra de arte pode criar um efeito racional ao observador, criando-nos um efeito de "alerta" para o futuro. Uma vez que vivemos e dependemos de uma esfera burocrática, que coloca em movimento um processo, destrutivo que escraviza e mecaniza o Homem, transforma-nos em simples engrenagens, para que possam funcionar com todo o sistema, em tempos modernos.

Por esta razão penso que a arte ainda è verdadeira no meio de uma sociedade completamente em descomposição, e se não queremos acabar com a fé, e função social, a arte deve mostrar ao Mundo, e ajudar que ainda se pode mudar, e ajudar a reflectir sobre a decadência.

Tentando assim desta maneira evitar que um dia não tenhamos que utilizar todas as nossas armas…Tratando de viver desarmado.

Jorge Campos

Sem comentários:

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)