Visualizações

domingo, 4 de junho de 2017

Meus agradecimentos: REVISTA REPORTER X, na pessoa do seu Presidente, Sr. João Gonçalves Quelhas e todos os que a fazem circular na Europa e além-fronteiras

Cartas

Meus agradecimentos:

A REVISTA REPORTER X, na pessoa do seu Presidente, Sr. João Gonçalves Quelhas e todos os que a fazem circular na Europa e além-fronteiras, e tem como meta principal dar visibilidade ao trabalho dos Escritores, Músicos, Dançarinos e todos que habitam essa esfera Artística da nossa sociedade. Manter informado o seu público fiel e agregar mais pessoas, sempre com o elemento SURPRESA.

Foi com Surpresa e Alegria, que ao ler o comentário ao Texto, que publiquei no Facebook, intitulado:

*Autores, Pessoas, Livros e Histórias.

31ª Feira do Livro de Genève (Suíça)

Perceber que há uma pessoa que conseguiu captar os meus sentimentos derramados em letras, linhas e emoções, que nem todos são capazes de sentir ao lerem um artigo. Foi além, fazendo um comentário, deixando-me muito feliz ao escrever com alma de Poeta, Escritor e Erudita, “LITERATURA VIVA”.

A sensibilidade não é só do escritor, que tenta transmitir com a sua obra, o despertar de emoções, mas é também do leitor que consegue perceber e decifrar o que muitos não conseguem ver além das palavras e reconhecer o sentido real das emoções humanas, sejam elas simples, complexas, internas ou externas, ou do mais simples ao mais pomposo, e do mais ou menos letrado.

Nascemos com esse sentido de sensibilidade e lapidámo-la ao longo de nosso aprendizado, refinamo-la vagarosamente para que possamos perceber e aprender quem está por trás de um manuscrito (a pessoa que escreveu), e isso é algo que perdura por uma vida e que só algumas pessoas conseguem aflorar.

Para mim é a recompensa que sempre busco em minhas actividades literárias, sejam elas em Poemas, Romances ou Artigos. E é essa, a VISIBILIDADE, à qual me refiro com o meu coração. São os sentimentos da escritora e ser humano que deixo fluir sem preconceitos, sem amarras e sem divisas, nesse ARTIGO!

Meu muito OBRIGADO!
Leny Costa.
(Escritora \ Poeta)

Foto: Quelhas


Resposta:
Olá Leny Costa,
Quando fazemos o que gostamos, logo vai haver quem aprecie o nosso trabalho aliado ao talento, seja qual for o sacrifício, sim.
E porquê?
Nada é ao acaso.
Sem sacrifícios não há méritos. Sem querer não há obra.
Não há nada e nem ninguém que nos pare quando gostamos do que fazemos.
Mesmo contra aqueles que não são nada e não nos querem ver vingar.
A obra nasce porque somos vencedores.
Eu na qualidade de Director da revista repórter X, sinto-me orgulhoso por divulgar e nesse sentido fui reconhecido, porque luto tal e qual como a Leny Costa pela mesma causa.
A cultura!

Obrigado, Quelhas
Foto: Rosa Tinoco

Sem comentários:

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)