Visualizações

domingo, 4 de junho de 2017

Meus agradecimentos: REVISTA REPORTER X, na pessoa do seu Presidente, Sr. João Gonçalves Quelhas e todos os que a fazem circular na Europa e além-fronteiras

Cartas

Meus agradecimentos:

A REVISTA REPORTER X, na pessoa do seu Presidente, Sr. João Gonçalves Quelhas e todos os que a fazem circular na Europa e além-fronteiras, e tem como meta principal dar visibilidade ao trabalho dos Escritores, Músicos, Dançarinos e todos que habitam essa esfera Artística da nossa sociedade. Manter informado o seu público fiel e agregar mais pessoas, sempre com o elemento SURPRESA.

Foi com Surpresa e Alegria, que ao ler o comentário ao Texto, que publiquei no Facebook, intitulado:

*Autores, Pessoas, Livros e Histórias.

31ª Feira do Livro de Genève (Suíça)

Perceber que há uma pessoa que conseguiu captar os meus sentimentos derramados em letras, linhas e emoções, que nem todos são capazes de sentir ao lerem um artigo. Foi além, fazendo um comentário, deixando-me muito feliz ao escrever com alma de Poeta, Escritor e Erudita, “LITERATURA VIVA”.

A sensibilidade não é só do escritor, que tenta transmitir com a sua obra, o despertar de emoções, mas é também do leitor que consegue perceber e decifrar o que muitos não conseguem ver além das palavras e reconhecer o sentido real das emoções humanas, sejam elas simples, complexas, internas ou externas, ou do mais simples ao mais pomposo, e do mais ou menos letrado.

Nascemos com esse sentido de sensibilidade e lapidámo-la ao longo de nosso aprendizado, refinamo-la vagarosamente para que possamos perceber e aprender quem está por trás de um manuscrito (a pessoa que escreveu), e isso é algo que perdura por uma vida e que só algumas pessoas conseguem aflorar.

Para mim é a recompensa que sempre busco em minhas actividades literárias, sejam elas em Poemas, Romances ou Artigos. E é essa, a VISIBILIDADE, à qual me refiro com o meu coração. São os sentimentos da escritora e ser humano que deixo fluir sem preconceitos, sem amarras e sem divisas, nesse ARTIGO!

Meu muito OBRIGADO!
Leny Costa.
(Escritora \ Poeta)

Foto: Quelhas


Resposta:
Olá Leny Costa,
Quando fazemos o que gostamos, logo vai haver quem aprecie o nosso trabalho aliado ao talento, seja qual for o sacrifício, sim.
E porquê?
Nada é ao acaso.
Sem sacrifícios não há méritos. Sem querer não há obra.
Não há nada e nem ninguém que nos pare quando gostamos do que fazemos.
Mesmo contra aqueles que não são nada e não nos querem ver vingar.
A obra nasce porque somos vencedores.
Eu na qualidade de Director da revista repórter X, sinto-me orgulhoso por divulgar e nesse sentido fui reconhecido, porque luto tal e qual como a Leny Costa pela mesma causa.
A cultura!

Obrigado, Quelhas
Foto: Rosa Tinoco
Enviar um comentário

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)