Visualizações

domingo, 30 de outubro de 2011

- Somos Portugueses de segunda, temos de fazer ver o Governo Português que, os emigrantes não emigraram só para ganhar dinheiro no estrangeiro e investi-lo em Portugal!


Hoje mesmo esteve a falar em crise e nos Portugueses de segunda. De segunda sim! Não se pergunte porquê!? Eu, vou falar no tema da conversa. Dizia-me um amigo que, não somos Portugueses em Portugal e nem Portugueses na Suíça ou em qualquer outro lado; Explicou; Trabalhamos e descontamos, pagando Impostos como emigrantes onde nos encontramos, pagamos os nossos impostos em Portugal, como Contribuição Autárquica, Imposto de Selo Automóvel e não sei mais quê! Não temos direito a médico e, para isso temos de levar connosco tudo bem direitinho para sermos assistidos em Portugal. Somos tratados como emigrantes e não como Portugueses! Acrescenta; perdemos a nossa entidade em Portugal e na Suíça, somos presos por ter cão e por não ter... Diz mesmo, e no caso da Suíça, o Governo Estatal Suíço envia dinheiros para a saúde e para fundo desemprego, para os emigrantes que necessitam e, uma parte dele é retirado para o cofre do Estado do Governo da República Português.
- Somos Portugueses de segunda, temos de fazer ver o Governo Português que, os emigrantes não emigraram só para ganhar dinheiro no estrangeiro e investi-lo em Portugal!
Referimo-nos ao Consulado e Professores na Suíça e a greve que durou 5 semanas! Dizendo que, nós como Portugueses temos de defender a nossa cidadania, mas, não aceitando greves, pois estas prejudicam a todos. Deveríamos sim manifestarmos, fazer a tal Manifestação de um dia ou dois à porta da Presidência da República ou qualquer outro local na Suíça.
A conversa foi longa e muita coisa me escapou! Recordo que, se falou na crise financeira do país, o porquê de tanto luxo em Portugal em tempo de crise? Caso dos casinos cheios de gente a jogar, carros de grande cilindrada, menores com Telemóveis 3G, e quase toda a gente navega na internet, restaurantes cheios, férias à grande, etc.
Em tema de conversa veio ao de cima, a razão da diferença entre um roubo e um desvio!? Quando um cidadão rouba por esticão meia dúzia de trocos, ou pequenos furtos noutras circunstâncias vai preso. Mas contudo, um banco ou alguém lá dentro desvia milhões de Euros, não é roubo, é desvio e, dificilmente vão presos ou demora tempos imemoráveis…
Não quero arriscar a falar mais com medo de cometer erro, por falta de não ter memorizado tudo que ouvi esta tarde, foi pena não me terem dado uma entrevista online, assim seria uma verdadeira Crítica Social Construtiva…
inspiracaodoautor@sapo.pt

Sem comentários:

Aqui notícias relacionadas com os livros do autor Quelhas...

(Mensagens antigas)

POR FAVOR, PARA VER TODOS OS TEXTOS, CLIC NO FIM DE CADA PÁG. (Mensagens antigas)